quinta-feira, 20 de agosto de 2009

A Impressionante Maria Comprida


Com 1.926m de altitude, a Maria Comprida não é a montanha mais alta, mas é a mais impressionante. Com paredões verticais que ultrapassam 1000m de altura, a Maria Comprida é provavelmente o monumento geológico mais notável de Petrópolis. Considerada inescalável no início do século, sua conquista está envolta em lendas, como a de que em seu cume habitavam sacís e mulas-sem-cabeça. Esta ousada conquista coube ao grande montanhista Emérico Hungar, que tem no currículo também a conquista do Garrafão, na Serra dos Órgãos.

Sua trilha é dura, bem íngreme e com algumas passagens técnicas. É necessário o uso de cordas em algumas partes. Uma dos trechos mais bonitos é a passagem dos Camelos, onde a trilha percorre uma estreita passarela entre dois abismos com alguns obstáculos, como a pedrinha da foto acima, literalmente suspensa sobre o nada.

Da passagem dos Camelos já é possível ver a improvável rota para o cume, que é uma linha de vegetação no meio do paredão. Esta linha, chamada Passagem Leander, foi a segunda rota conquistada na Maria Comprida e passou a ser a linha mais utilizada.

Acima a tradicional foto sobre a pedrinha, onde é preciso respirar fundo e manter o equilíbrio.
A Passagem Leander (foto ao lado) é sem dúvida o trecho mais complicado. É uma canaleta natural, com um paredão quase negativo à esquerda e o abismo à direita. Os trechos mais íngremes tem cordas fixas. Delicado para subir e para descer. Alias, é recomendável descer de rapel. Depois de vencer esta passagem, ainda tem que subir um último trecho íngreme com uma passagem bem exposta, para finalmente chegar no topo.


O cume é um amplo platô, com lages de pedra. Visual incrível, 360º. Não tem os sacís e mulas-sem-cabeça que os antigos acreditavam existir lá, mas é um dos lugares mais bonitos de se estar. Um merecido prêmio para os mais ousados.

25 comentários:

  1. Meu sonho é subir a Maria Comprida! Parabéns, deu pra ter ainda mais noção de como é lindo todo o caminho, e deu mais vontade ainda de subir...

    ResponderExcluir
  2. Belo trabalho... pena que agora só faço escalaminhadas... lindo lugar... aproveitem meus amigos! Parabéns a todos!

    Assis Aymone
    Autore do Livro "Acocncágua - ocume e deois morrer" da Record.

    ResponderExcluir
  3. ki visual!!! saudade,daquela galéra maneira das trilhas,tô só fazendo umas escaladinhas nada sério,rs abraço waldir,sucessoe sempre em frente...amigo anderson

    ResponderExcluir
  4. Visual impressionante. Pra quem gosta de escalar, tem duas vias utilizáveis: a Domínio das Sombras (conquista do Che e outros, dificílima. Não tente!!!!) e Maria Nebulosa, tbm conquista do Che, super legal, fácil porém extremamente longa. A Maria Comprida ainda tem livro de cume!!

    ResponderExcluir
  5. Não tem mula sem cabeça e saci-pererê... Ficaram no cume a noite? :P

    Brincadeira, o lugar é lindo, seu livro é ótimo. Parabéns.

    ResponderExcluir
  6. Marcelo Marcolino25 de maio de 2010 06:01

    Estive lá no final da década de 90 e estou pretendendo ir na próxima semana.
    É a mais impressionante montanha de Petrópolis.

    ResponderExcluir
  7. Morei no "pé" da Maria Comprida, no final da estradinha do sítio do Capoeirão, com entrada por Araras, na altura do número 5200 da estrada Bernardo Coutinho. É maravilhoso, após as fortes chuvas, o espetáculo das águas caindo da pedra em dezenas de cachoeiras, com um ruído típico das quedas d'água. E nas noites de lua cheia, após uma chuva, quando o luar refletia no enorme paredão úmido...!!! Maravilhoso!Indescritível!
    Samuel Chaves - saml@mail.com

    ResponderExcluir
  8. NATUREZA DESLUMBRANTE!!!!
    FOI PALCO EM 1973 DE UM FAMOSO ACIDENTE AÉREO COM UM AVIÃO SAMURAI DA EXTINTA VASP QUANDO VINHA DE SÃO PAULO PARA O RIO.
    HOJE. O LOCAL DO ACIDENTE AINDA É CONHECIDO?
    EXISTE ALGUM MEMORIAL, PLACA DE IDENTIFICAÇÃO, ETC.?
    JOSÉ RONALDO

    ResponderExcluir
  9. Ola José Ronaldo, os destroços do avião ficavam no cume. Ao longo dos anos foi tudo sendo retirado e o motor foi jogado na direção da canaleta da face oeste.

    ResponderExcluir
  10. Com respeito a pergunta datada de 9 de julho de 2010 formulada por José Ronaldo e respondida por Waldir Nato datada de 10 de julho de 2010, reintero que a resposta correta, seria: O avião da Vasp, um Samurai, já em procedimento de aproximação para pouso no Rio de Janeiro, em virtude do mau tempo, acidentou-se contra a cordilheira da Maria Comprida, na localidade de Limoeiro, portanto a aproximadamente 1,5 NM do então pico da Maria Comprida, depois de entrar em um vale com montanhas de ambos os lados e as cegas em função do mau tempo, e quase conseguiu, passar pelo Vale, colidindo a 25m de um pico existente no fundo do Vale, a cabine de comando, separou-se do restante da Aeronave, caindo do outro lado do Pico, e se ele tivesse a sorte de passar por esse pico sem colidir, mesmo assim, não teria evitado a colisão, pois logo atraz tinha outro pico, e desta vez, sim, a cordilheira da pedra Maria Comprida, mas nunca o cume, digo isto, por ter ido visitar logo no dia seguinte, como curioso, o local do acidente, ainda me deparei com muitos policiais, que não queriam me deixar entrar, em virtude de ter havido muitos vandalos que queriam se vangloriarem dos objetos e pertences dos passageiros, eu estava a serviço nesta localidade, hoje, Mata Nova, portanto ao lado e realmente ao lado, coisa de 2Km do acesso ao acidente e mesmo assim, não me deixaram ir ao local, só muito depois. Neste dia, ainda foi acidentada uma Rural Willes, utilitário que hoje, só se vê, em mãos de colecionadores, caiu na ribanceira, dando talvez, uma ou duas cambalhotas do lado de baixo logo no início do caminho, isto já no local em que não se podia mais entrar.
    Agora, uma explicação sobre o acidente, este sim, no topo da Maria Comprida, que era um bimotor, pequeno, talvez um Seneca II ou um Baron, que levava um Pai e um Filho acho que para Belo Horizonte, bateu bem do lado direito do topo da Maria Comprida, e matando seus ocupantes, uma das Asas, ficou por muito tempo presa la no alto, dando para se ver de binóculos, até recentemente, acho que ainda está lá, mas devido a oxidação não brilha mais e não dar mais para se ver, e realmente um dos motores, caiu numa grota logo abaixo, e que uma vez, eu estava fazendo um trabalho de medição topografica nesta área, que entrava pelo hoje "Condomínio Parque Maria Comprida" e estive com ele nas mãos, evidente que ainda montado, mas todo destruido, rachado e inutilizado em função da batida contra a rocha.
    Meus amigos, me desculpe a intromissão, mas achei que era importante esclarecer estes fatos, já que sabia estarem erradas as respostas dos amigos anteriores.
    Abraços...
    Moisés F. de Azevedo
    mfazevedogeosat@ig.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  11. Muito obrigado Moisés !! Esclarecimentos são sempre bem vindos !!

    ResponderExcluir
  12. Estive lá por volta de l983, ainda existia uma bobina e um pedaço da asa do avião.
    abraços Enivaldo Andrade

    ResponderExcluir
  13. Moisés Fernandes de Azevedo6 de junho de 2012 06:24

    Caro Amigo Junior Miranda...
    Satisfação...
    Se o que me pede for o local do acidente do Samurai da Vasp, aí vai a respostas....
    Sigua até a Localidade de Secretário, logo depois de Pedro do Rio, e a 300 metros depois que passar o centro de Secretário, vire a esquerda em direção a Rocinha, siga por alguns Km, talves uns 5 ou 6, até os Condomínios Residenciais Pedra Roxa e Capim Roxo, uma boa referencia é a casa do Luiz Vieira, antigo morador do lado esquerdo desta estrada e quase em frente a entrada que você vai pegar a direita para ir até o lugar chamado de Limeira, lá você vai entrar novamente a direita logo depois de uma ponte encima de uma cachoeira, (corredeira) e depois é só perguntar alguém por lá, que ainda é muito longe e terá que ir a pé, só não sei se terá alguma dificuldade de entrar nas propriedades particulares que hoje são bem vigiadas, talves com algum jeitinho!!!!!! você consiga....
    Abraços...
    Moisés F. de Azevedo
    Tel- 24-22215393 ou 24-99034327
    mfazevedogeosat@ig.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olá, Júnior Miranda!
    Recebi seu email.
    Você chega à Maria Comprida de várias maneiras. Vou te falar a que eu conheço, que leva até o local onde morei nos anos 60, bem no "pé" da pedra.
    Pegue a BR 040, seguindo de Itaipava para o Rio. Depois do trevo de Bonsucesso, uns dois quilômetros adiante, tem a entrada para Araras, à sua direita. De lá você já avista o pico da Maria Comprida. Não tem erro. É só atravessar a ponte e seguir pela Estrada Bernardo Coutinho, até a altura do número 5 200, entrada para o Sítio Capoeirão. Daí até o final da estradinha são dois quilômetros e meio de subida. A passagem, atualmente, é dificultada, pois na metade do caminho há um condomínio com portaria, coisa que até alguns anos não havia. É preciso conversar. Não sei se te deixarão passar. Meu filho esteve lá recentemente com alguns amigos e conseguiu entrar, deixando a carteira de identidade. Se te deixarem passar voce consegue chegar até o final da estradinha de carro. No final tem uma porteira, e à direita o sítio do José, um portugues que planta flores para vender. Ele é zeloso pela sua propriedade, mas muito camarada com quem se identifica e explica suas intenções. Alguns metros acima, no limite para se chegar de carro, há uma outra propriedade, que pertencia a um cara de sobrenome "Del Coeto", ligado à indústria cinematográfica. Daí para cima é só mato. Não sei se tem trilhas. No meu tempo,40 anos atrás, havia. Vencidas todas as dificuldades voce consegue subir até o topo da Maria Comprida numa caminhada pesada. Nunca subi: na época que morava lá eu era criança. Meu pai já foi e disse que é maravilhoso. Eu só cheguei até o "pé" da pedra. No final da estradinha, olhando para cima à esquerda, há uma casinha onde morei, nesse paraiso que é a Serra da Maria Comprida. Procurando por "Maria Comprida" no youtube voce encontra vários vídeos. Num deles aparece a "minha" casinha.
    Espero ter sido útil e te desejo uma feliz caminhada.

    Samuel Chaves Radtke

    saml@mail.com

    ResponderExcluir
  15. eu acho q é uma parte da asa. está bem do lado sul tem q chegar bem na beirada p poder ver

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já vi uns pedaços do avião lá, mas agora tem bem pouco. É difícil achar.

      Excluir
  16. hoje todo o entorno do pé da Maria Cumprida ( tanto pelo condominio maria comprida quanto pelo condominio capoeirão) pertencem a um sitio só e a entrada não é tão fácil, embora o caminho agora tem muitasw trilhas e escadas . hoje qualquer amador chega lá em cima

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi importante é conseguirmos manter o acesso aberto a todos.

      Excluir
  17. De Juiz de Fora da pra ver a Maria Comprida, na saída para a BR-040, km 799, quem sai de JF passa por baixo da BR e antes de acessar a pista.

    ResponderExcluir
  18. Olha a foto de da Maria Comprida, vista de Juiz de Fora. Me corrijam se eu estiver enganado.
    https://fbcdn-sphotos-f-a.akamaihd.net/hphotos-ak-prn2/1393507_345557552248169_285760971_n.jpg

    ResponderExcluir
  19. E tem essa aqui, que foi tirada uns dois/três kms mais abaixo
    https://fbcdn-sphotos-d-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash4/1380616_345585578912033_1781564315_n.jpg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Roberto, são fotos da Maria Comprida com certeza.

      Excluir
  20. Amanhã, 20,de julho de 2014, será minha vez de ir à Maria Comprida.

    ResponderExcluir
  21. Ótima matéria do Waldir. Também os comentários são excelentes. Eu moro em Araras, sou guia e adoro trabalhar nesta Montanha.
    55 24 992915669

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário.